48 3234-7247 | 48 3364-7247

Área do Cliente Cadastre o seu e-mail

Cafeína na esteatose hepática

« voltar
Cafeína na  esteatose hepática

Cafeína na esteatose hepática

  1. O consumo de cafeína está associado à redução do risco de desenvolvimento da doença hepática gordurosa não alcoólica, com efeitos protetores sobre o fígado.
  2. O consumo de cafeína está associado à redução do risco de fibrose hepática em pacientes que apresentam esteatose hepática não alcoólica (EHNA).
  3. Como tratamento do EHNA, a administração de probióticos + metformina é eficaz na melhora da função hepática, melhorando o grau da doença e reduzindo os níveis das enzimas AST e ALT.

Especialidades indicadas para a divulgação deste artigo:

  • Clínica Médica
  • Gastroenterologia
  • Hepatologista

Mais Lançamentos

mais lançamentos
Anterior Próximo